LOGO-ENMETSC.png
ACMET - Associação Catarinense de Meteorologia
CHAIRS
Ernani de Lima Nascimento
UFSM

Universidade Federal de Santa Maria

Tema 1: Previsão de Curto e Curtíssimo Prazo (Nowcasting)
CHAIR CIENTÍFICO
Ernani de Lima Nascimento

CURRÍCULO

  • Meteorologista pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995). 

  • Mestrado em Meteorologia pela Universidade de São Paulo (1998). 

  • Doutorado em Meteorologia pela University of Oklahoma (2002).

 

Afiliação atual:
 

Professor Associado dos Programas de Graduação e Pós-Graduação em Meteorologia da Universidade Federal de Santa Maria.

 

Área de atuação:

 

Meteorologia de Mesoescala. Aborda principalmente os tópicos: dinâmica da convecção; tempestades convectivas locais, vendavais e tornados; sistemas de observação meteorológica em mesoescala; sistemas sinóticos subtropicais.

 

Experiência profissional adicional:

  • Pós-Doutorado em Meteorologia junto à Divisão de Previsão de Tempo Imediata do Météo-France entre 2007 e 2008.

 

  • Pós-Doutorado em Meteorologia junto ao Centro di Eccellenza di Telerilevamento e Modellistica Numerica per la Previsione di Eventi Severi entre 2013 e 2014.

 

  • Bolsista pesquisador do Instituto Tecnológico SIMEPAR, Curitiba/PR, entre 2003 e 2006.

ENTREVISTA

Quais suas expectativas em relação ao evento tendo em vista sua área de atuação?

 

O II ENMET-SC representa uma ocasião oportuna para um debate sobre o estado atual e perspectiva futura da previsão de tempo imediata e em curto prazo no Brasil e no mundo. Como neste horizonte de previsão forte ênfase é dada ao prognóstico e monitoramento de fenômenos atmosféricos de alto impacto social e econômico o debate é extremamente relevante para a sociedade catarinense e brasileira. Os desafios e as oportunidades da transferência de conhecimento da pesquisa científica para a operação meteorológica deverá ser um dos tópicos-chave a serem abordados.

 

 

Qual o impacto das novas tecnologias para a mitigação dos eventos extremos?

 

Muitos dos fenômenos atmosféricos de alto grau de severidade evoluem rapidamente em intervalos curtos de tempo exigindo sistemas de observação meteorológica que acompanhem esta rápida evolução e ferramentas computacionais que processem um grande volume de dados atmosféricos de maneira veloz. O contínuo avanço da tecnologia aplicada em meteorologia permite o aumento da capacidade de monitoramento destes fenômenos em tempo real e a execução de produtos computacionais apropriados para auxiliar nas previsões e emissões de alertas meteorológicos para a sociedade. A rápida evolução da tecnologia impõe o desafio de se manter sempre atualizada a equipe técnica de previsão e monitoramento atmosféricos para a melhor utilização das informações fornecidas pelas novas ferramentas meteorológicas.